Pesquisa, redação e edição : Fany Ruah. Nenhuma outra pessoa está autorizada a falar pelo site ou representá-lo. Não participamos da CIL. Somos um site de iniciativa privada.
NÃO TEMOS LOJA, NÃO PRODUZIMOS PRODUTOS KOSHER. SITE DA FAST KOSHER PORTUGAL
English website: ww.kosherinportugal.com

ADITIVOS PROIBIDOS

SOBRE O E120
(TABELA COMPLETA MAIS ABAIXO)

 
Cochonilha e Carmim ( Não confundir com Curcuma, que é uma planta).

Um vegano [e um judeu kosher!] deve estar atento aos rótulos que indicam os ingredientes Carmim, Cochonilha, Ácido Carmínico (Carmine. Cochineal. Carminic Acid.) ou E-120. 

A Torá proíbe comer vermes e insetos, vivos ou mortos.
Cochonilha é um pigmento vermelho obtido através da compressão da fêmea do insecto cochonilha. Carmim é um corante obtido a partir de milhares de lesmas mortas.
Estes ingredientes são utilizados em produtos alimentares, principalmente sobremesas com sabor a frutos, roupas e produtos de cosmética.

Cochonilha 
É um corante vermelho intenso feito com corpos secos de Dactylopius coccus, um insecto mexicano. Para produzir apenas 450 gramas deste corante precisam de ser mortos cerca de 70.000 insectos.
Biliões de animais são criados e destruídos todos os anos na fabricação deste corante usado em biscoitos sabor morango, gelados de frutas vermelhas, leites de soja sabor morango,
roupas etc. O pigmento também é usado em produtos cosméticos (champôs, batons, etc.)
Pode causar reacções alérgicas em algumas pessoas.
Como alternativa a este corante poderia ser utilizado sumo de beterraba, que não possui qualquer toxicidade. Ou, no caso dos alimentos, simplesmente nada, pois um corante não acrescenta benefícios aos produtos.

Carmim 
Carmim é uma substância corante, vermelho vivo, extraída da cochonilha-do-carmim (Dactylopius coccus, parente do pulgão). É um pigmento obtido através do esmagamento de uma espécie de lesma. Bebidas, como por exemplo o Ades (sabor pêssego), gelados, biscoitos e produtos de cosmética utilizam este corante.
O consumo de produtos com este corante pode provocar reacções alérgicas em algumas pessoas.

Copyright Centro Vegetariano. http://www.centrovegetariano.org/index.php?article_id=131 

OUTROS ELEMENTOS DE ORIGEM ANIMAL:
E120 – cochineal (cochonilha) 
E542 – edible bone phosphate 
E631 – sodium 5 
E901 – cera de abelha 
E904 – goma laca 
calcium mesoinositol 
hexaphosphate 
lactose sperm oil
See more at: http://www.sociedadevegan.com/aditivos-origem-animal#sthash.jIP78SzA.dpuf


NÃO CONFUNDIR COCHONILA E CARMIM COM CURCUMA! 
Resultado de imagem para curcumaA cúrcuma (Curcuma longa)é uma planta medicinal que tem uma longa raiz cor de laranja que é transformada em pó e usada como especiaria em vários países, especialmente na Índia. Esta planta também pode ser conhecida como açafrão-da-índia, açafrão-da-terra ou tumérico. Além de ser usada muito frequentemente na culinária, a cúrcuma também pode ser usada como remédio natural para melhorar problemas gastrointestinais, febre, tratar resfriados e, até, reduzir o colesterol alto. A cúrcuma é uma planta com folhas longas e brilhantes com cerca de 60 cm com compridas raízes de coloração laranja. (Fonte: Tua Saúde)