Pesquisa, redação e edição : Fany Sechter Ruah. Nenhuma outra pessoa está autorizada a falar pelo site ou representá-lo. Somos um site de iniciativa privada. DESDE 2003.
English website: www.kosherinportugal.com

PÃES KOSHER


PRECISA DE PÃO KOSHER?
FAÇA VOCÊ MESMA, É UMA GRANDE MITZVÁ.
Veja na página de RECEITAS como fazer chalá e pão de queijo em sua casa...ou use uma máquina de fazer pães.
A história da chalá

O pão sempre tem sido o principal componente da mesa judaica. A Torá muitas vezes usa a palavra "pão" ao referir-se à "comida". Hoje, nenhuma refeição de Shabat ou Yom Tov pode ter início sem um par de Chalot frescas na mesa, (exceto logicamente em Pêssach, quando trocamos o pão pela Matsá).

"Chalá" é a denominação dada a esse pão trançado especial. Uma mesa com Chalot é um sinal de festividade. Em dias de Shabat e de Festas Judaicas, é uma mitsvá comer uma refeição festiva que tem início com o kidush e o tradicional lavar das mãos antes de comer a Chalá. Em honra à ocasião, fazemos a bênção de Hamotsi sobre um par de Chalot inteiras, não cortadas. Demonstramos assim que D’us provê todas as nossas necessidades, tanto as de Shabat como as de todos dias da semana, mesmo que não trabalhemos no Shabat.

A mitsvá de separar a chalá

(O termo Chalá aqui se refere à porção que é separada da massa e depois queimada, e não ao pão trançado especial de Shabat e Yom Tov).

Quando se prepara pão usando a quantidade mínima de farinha de 1.666,6 g. (1 k. e 2/3) é necessário separar uma pequena parte da massa antes de assar. O pequeno pedaço que é removido chama-se "Chalá". Na época do Templo, ela era dada aos Cohanim. (Hoje denomina-se também Chalá o pão trançado especial usado no Shabat.)

Separar a "Chalá" é uma das três mitsvot especiais com as quais a mulher judia foi privilegiada. E já que os significados profundos desta mitsvá são tão inerentemente relacionados com ela, muitas mulheres mantêm o costume de assar em casa suas próprias Chalot para Shabat e Yom Tov, para que possam cumprir esta preciosa mitsvá. É especialmente significativo separar "chala" no véspera de Shabat. Se necessário, qualquer pessoa acima da idade de Bar ou Bat Mitsvá pode separar a Chalá.

Quando uma mulher judia separa "chalá" recitando a bênção apropriada, ela "eleva" espirituamente esta massa. Por meio deste ato, ela afirma sua fé completa em D’us. Pois tirando uma porção da massa, ela atesta que todo o pão – isto é, todo o sustento físico – no seu lar vem somente como um presente de D’us e que está pronta a compartilhá-lo com Ele, segundo a Sua Vontade.

Fonte:Lubavitch

PORQUE NÃO HÁ LISTA DE PRODUTOS KOSHER?

Eu recebo muitos emails pedindo a "lista" de produtos kosher que se pode comprar em Portugal.
Não há esta lista porque simplesmente não há produtos glatt kosher à venda em Portugal. Não há compradores suficiente para um restaurante ou loja kosher funcionar.
Uma lista dos produtos kosher ou até glatt kosher que eventualmente ou sazonalmente estão à venda em diversos lugares diferentes, deve seratualizada constantemente, pois alguns lotes de um mesmo produto podem ser kosher e outros não, portanto, nem estes produtos podem ser definidos como sempre kosher. Não temos equipe para manter esta lista atualizada.
No Corte Ingles há uma pequena seção kosher, onde alguns produtos estão à venda, mas nem sempre disponíveis.
Existem alguns produtos de Belmonte e arredores que são kosher, mas nem todos glatt kosher, ou Chalav Isroel.
Há vinho tinto kosher da Adega da Covilhã, OU-mevushal, mas são lotes de 2011, pois ele não é mais produzido.